JORNAL FOLHA DE NEGÓCIOS, SEMPRE UM BOM NEGÓCIO - TEL:(32)3331-9521

Galeria Blog

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Dicas de segurança para compras nos EUA



Por Rafaela Beloni

Nestas últimas semanas não se fala em outra coisa a não ser dos furtos de compras ocorridos nos quartos de hotéis em Orlando, na Flórida, muito comentados nas redes sociais. Fazer compras nos Estados Unidos é uma das principais atividades para os brasileiros que visitam o país. Nesta coluna, o que eu tenho a dizer é bem simples: NÃO HÁ MOTIVO PARA DESESPERO OU PÂNICO. E vou dar dicas de como tentar se prevenir.
Vamos entender o que realmente ocorre com a grande invasão de Brasileiros nos EUA: a Flórida recebe anualmente quase 2 milhões de Brasileiros (em 2012 foram 1.6 milhões e, em 2013,  1.7 milhões (de acordo com o Visit Florida). Em 2011 foram reportados 126 casos de furtos a brasileiros ao consulado brasileiro em Miami. Em 2012, 117 casos, e em 2013, foram 224 casos. Há também os casos em que os brasileiros não comunicam o ocorrido ao consulado. Pegando os números de 2013, a porcentagem de brasileiros furtados na Flórida foi de 0,0131%. Ou seja, a porcentagem é mínima se você considerar o número de pessoas que visitam. Infelizmente, os brasileiros já são conhecidos por comprarem muito e por isso devemos redobrar a atenção em shoppings, outlets e hotéis.
Para evitar dor de cabeça nas suas férias, aqui vão algumas dicas de segurança para quando você viajar e fizer compras em Miami, Orlando, Nova York ou qualquer outro destino pelo mundo:
No Hotel:

  • Se você vai fazer muitas compras, tenha mais cuidado na hora de escolher o hotel.  Às vezes, pagar um pouco mais pode valer a pena para estar em um lugar seguro.
  • Evite os hotéis tipo “motel americano”, que tem portas e janelas com saídas para o estacionamento e podem facilitar os furtos.
  • Procure um hotel com entrada, recepção e, de preferência, segurança no elevador – alguns precisam do cartão para subir nos andares.
  • Não deixe eletrônicos e compras espalhadas pelo quarto em bolsas abertas. Utilize o cofre para guardar documentos, cartão reserva, dinheiro e eletrônicos.
  • Se fizer muitas compras, tire das bolsas e coloque nas malas e não deixe o lixo à vista: caixas de eletrônicos e caixas em geral dentro ou na frente do quarto podem alertar para a existência de bens de valor no quarto ou nas malas (nós brasileiros temos este costume de colocar o lixo na porta do quarto). A melhor opção é levar até uma lixeira.
  • Sempre que sair do quarto, confira se a porta realmente se fechou! Muitas pessoas saem e se esquecem de conferir, e não percebem que a porta ficou entreaberta. Isso, infelizmente, é muito comum com portas de quartos com molas automáticas, que são lentas para fechar e as pessoas não têm paciência de esperar. Uma falha da mola e o seu quarto se transforma num convite a um oportunista.
  • Quando entrar no quarto, lembre-se de trancar a porta por dentro, especialmente se for dormir. É uma segurança a mais para você.
  • Se possível, deixe para fazer compras no último dia.
  • E minha sugestão de sempre é: procure um profissional agente de viagens. Ele pode programar sua viagem indicando hotéis, voos, etc com mais segurança.

O Que Fazer em Caso de Furto?

  1. Entre em contato com a polícia local para registrar queixa.
  2. Entre em contato com o Consulado mais próximo para  comunicar o ocorrido, em especial em caso de perda de documentos. Em Orlando não há consulado brasileiro, sendo necessário ir até Miami.
  3. Assim que chegar ao Brasil, comunique o fato também às autoridades policiais brasileiras e aos órgãos emissores dos documentos furtados.

Espero que essas dicas sejam úteis e que nenhum de vocês leitores da coluna  passem por essa situação algum dia!

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

TREM TURÍSTICO CHEGA A BARBACENA PARA INÍCIO DOS TESTES



No último dia 23, um comboio formado por uma locomotiva da empresa MRS Logística e um vagão de apoio trouxe do Pátio do IFET de Santos Dumont para Barbacena a automotriz Litorina que será utilizada como trem turístico pela ONG Amigos do Trem, em parceria com a Prefeitura de Barbacena. A viagem começou às 10h55 de Santos Dumont, chagando à Cidade das Rosas às 13h00.
Segundo Paulo Henrique do Nascimento, presidente da ONG, o destino da automotriz foi o pátio da empresa HOLCIM, onde permanece durante o período de testes e ajustes. “Trata-se de um veículo fabricado em 1958, totalmente restaurado, mas que requer adaptações às condições técnicas atuais. Por isso definimos sua remoção para Barbacena e para maior segurança da operação contamos com o suporte da MRS,” disse.
Inicialmente denominado “Expresso Pai da Aviação”, o trem turístico faria o trajeto Barbacena-Cabangu, em Santos Dumont. Entretanto, a concessionária MRS Logística questionou a viabilidade da operação regular, visto seu intenso volume de tráfego de trens cargueiros no trecho e as normas de segurança necessárias, hoje muito mais rigorosas do que no passado. Com isso, a Prefeitura de Barbacena em convênio com a ONG vai operar o trem turístico inicialmente em passeios curtos, domésticos e voltados para escolas e entidades sociais.
Para que o projeto do trem turístico fosse viabilizado, o Prefeito de Barbacena, Toninho Andrada, foi a Brasília, Rio de Janeiro e Juiz de Fora para negociações com a diretoria da MRS Logística e a Agência Reguladora de Transportes Terrestres, a ANTT.
De acordo com o vice-presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento – AGIR, Edson Brandão, Barbacena assumiu a frente desta iniciativa para viabilizá-la objetivando agregar um atrativo turístico e educativo estratégico para a cidade.
As automotrizes, popularmente conhecidas como Litorina, foram trens de passageiros muito usados nas décadas de 1950 e 1960 e serviam principalmente como trens regionais. A litorina utilizada pela ONG Amigos do Trem foi fabricada no final da década de 1950, nos Estados Unidos pela empresa BUDD. Tem capacidade para 77 passageiros, dois banheiros, e duas cabines de comando, o que facilita suas manobras. Há 12 anos foi cedida em um comodato entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a ONG Amigos do Trem que, com doações e apoio de voluntários conseguiu recuperar o material rodante.



sexta-feira, 3 de outubro de 2014

CACO BARCELOS NO ENCONTRO EMPRESARIAL SINDICOMÉRCIO 2014



Dando sequencia ao Ciclo de Palestra do Encontro Empresarial, o Sindicato do Comércio de Barbacena promove no dia 15 de outubro a palestra com o premiado jornalista Caco Barcelos, que se apresenta pela primeira vez em Barbacena.
Com a parceria do Sistema Fecomércio MG, Sesc e Senac e do Sebrae MG, o evento no formato de seminário terá o lançamento do Livro “Como gerenciar Pequenas Empresas”, com a apresentação do Consultor e Técnico Regional do Sebrae MG, José Tarcísio Fagundes e, em seguida, o Jornalista Caco Barcelos abordará um dos seus principais temas, “Como Gerenciar Crises”, que vem de encontro com as necessidades de as empresas se adaptarem para o momento de transição econômica em vive o país.
O repórter e escritor Caco Barcellos tem 40 anos de experiência na cobertura de assuntos relacionados com a injustiça social e a violência. Desde os primeiros passos na profissão nunca se afastou da reportagem de rua, sempre em contato direto com as pessoas mais simples da sociedade brasileira. Atuou por dez anos no jornalismo impresso. Passou pelas redações dos grandes jornais e revistas semanais de informação do país e pelas. Na televisão, se especializou na produção de grandes reportagens investigativas e por sete anos foi correspondente internacional em Nova Iorque, Paris e Londres. Caco Barcellos é autor de livros de romances de não ficção, duas de suas obras, ROTA 66 e ABUSADO receberam o Prêmio Jabuti, de melhor livro de não ficção do ano de seus lançamentos.
Segundo o Presidente do Sindicomércio, Osvaldo Fernandes Júnior, “o novo formato do Encontro Empresarial pretende trazer inovação para os eventos direcionados aos empresários setores de comércio e serviços, dando sequencia ao sucesso obtido com os Fóruns Empresariais. O foco dos encontros serão as palestras, dando a oportunidade aos empresários para se reciclar, com temas impactantes e atuais”.

O local palestra com o jornalista Caco Barcelos, será no Salão de Eventos do Hotel Senac Grogotó no dia 15 de outubro, às 19 horas. As vagas são limitadas e direcionadas para empresários do comércio e serviços e as inscrições devem ser feitas com bastante antecedência, na sede do Sindicomércio, na Praça dos Andradas, nº. 130, Sala 7, pelo telefone 3331-1214 ou e-mail, sindicomerciobq@barbacena.com.br.

Crescer – curso para papais e mamães



A Unimed Barbacena realiza nos dias 15, 16 e 17 de outubro a segunda edição do programa Crescer – Curso para Papais e Mamães Unimed. O programa, tem o objetivo de acompanhar, treinar e esclarecer dúvidas de pais e mães de crianças de zero a dez anos em relação as fases do desenvolvimento de seus filhos. 

No programa do curso, uma equipe interdisciplinar, com médicos, enfermeiras, nutricionista, fisioterapeuta, fonoaudióloga e profissionais convidados estarão à disposição para conversar e orientar os participantes sobre os assuntos que permeiam esta fase tão especial na vida deles e de seus filhos. 

Entre os temas que serão abordados nos três encontros, estão: Doenças Infantis; Saúde na Infância; Atividade Física; Segurança no Lar; Desenvolvimento motor; Alimentação na Infância, Direitos da Criança e Cuidados Emergenciais. Além da equipe de saúde da Unimed Barbacena, já confirmaram presença o pediatra Douglas Lourenço e o Juiz da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Barbacena, Dr. Joaquim Gamonal. 

O Crescer, acontece nos dias 15,16 e 17 de outubro, das 18h às 20h na sede da Unimed Barbacena. O curso é gratuito e destinado a clientes Unimed. Para participar, basta fazer a inscrição pelos telefones: 3339-3945 ou 3339-3947.

Após passar por Ouro Preto, Olinda e Paraty, o MIMO, maior festival gratuito de música instrumental do país, acontece pela primeira vez em Tiradentes



Depois de reunir mais de 100 mil pessoas nas ruas de Ouro Preto e Olinda para apresentações de nomes como Chick Corea, Jordi Savall, Trilok Gurtu e Bassekou Kouyate, o maior festival gratuito de música instrumental do país, MIMO, pega a estrada e segue para as históricas Paraty (10 a 12 de outubro) e, pela primeira vez, Tiradentes (17 a 19 de outubro). Em sua 11ª edição em 2014, o festival se firma como polo de música plural e de valorização do patrimônio histórico brasileiro. Dirigido pela produtora cultural Lu Araújo (Lume Arte), ao lado do empresário de mídia, cultura e entretenimento Luiz Calainho (holding L21 Participações) e da empresária de conteúdo e marketing Fernanda Cortez (220 Conteúdo), o MIMO é apresentado pelo Bradesco e TIM, com patrocínio do BNDES e apoio da Deloitte. 
Apostando no que existe de mais variado em ritmos e culturas do mundo – da música clássica ao jazz, passando pela world music e tudo de mais representativo que existe na cena contemporânea –, o festival reúne nomes de mais de dez países, como Alemanha, Nigéria, Suíça, Escócia, Portugal, Cuba, Brasil, entre outros. A dupla Hans-Joachim Roedelius e Christopher Chaplin – formada pelo pioneiro da música eletrônica popular contemporânea e pelo ator e pianista suíço, filho de Charles Chaplin - irá mostrar o resultado de um inusitado encontro da música experimental registrado no CD “King of Hearts”, em Tiradentes. O excelentíssimo pianista João Donato vai aterrissar em Tiradentes para apresentar o projeto Donato Elétrico, com membros do grupo Bixiga 70, no ano em que comemora 80 anos. Vencedores do Prêmio MIMO Instrumental, o grupo Couttoorchestra irá apresentar uma mistura ritmos de todo o mundo, como a cumbia, o jazz, o maracatu, o tango, o forró, a valsa e as marchas dos Balcãs com a música eletrônica. Com um estilo batizado de “eletrofanfarra” pelos próprios integrantes do grupo, a orquestra sergipana surgiu em 2010 e se apresenta no MIMO Tiradentes no sábado (18).
“Nosso objetivo é pluralidade e qualidade. Procuramos sempre trazer os melhores nomes da música instrumental do mundo para se apresentar no país de forma gratuita e, assim, realizar um trabalho de fomento e formação de plateia. Temos o prazer de receber em nossa 11ª edição nomes brilhantes de diferentes países e muitos estilos”, comemora a diretora artística do evento, Lu Araújo.
Novidades: Prêmio MIMO Instrumental e Circuito MIMO
Como grande novidade para este ano, o festival lançou o Prêmio MIMO Instrumental que selecionou novos talentos da música brasileira para integrar a programação oficial. Em Tiradentes será a vez da orquestra sergipana Couttoorchestra se apresentar. Os músicos estreiam no MIMO no dia 18 de outubro, sábado, às 19h.
Músicos de todo o país, entre 18 e 35 anos, concorreram para esta seleção que recebeu 346 inscrições e escolheu 04 ganhadores. “O prêmio tem o objetivo de valorizar jovens instrumentistas de todas as regiões do Brasil, incentivando a inovação no campo da composição, técnica e estética musical”, acrescenta Lu Araújo. 
Outra novidade deste ano é o Circuito MIMO, que apresenta concertos nas cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, aproximando o festival das capitais do sudeste e incluindo belíssimas igrejas históricas na programação. A Igreja de São José, um dos monumentos mais notáveis em Belo Horizonte, e a Igreja do Outeiro da Glória, uma joia da arquitetura colonial do país, receberão nomes como Duo Milewski, composto pelo violinista Jerzy Milewski e a pianista Aleida Schweitzer, e Custódio Castelo, um dos mais proeminentes guitarristas do moderno fado português.

Etapa Educativa
Sucesso em todas as edições do festival e com o objetivo igualmente importante de fortalecer a música instrumental produzida no país, a Etapa Educativa do MIMO é composta pelo curso de regência orquestral, ministrado pelo maestro Isaac Karabtchevsky, que aconteceu em junho, em São Paulo, e por aulas, workshops, oficinas e máster classes ministradas pelos artistas convidados para o evento. Com a proposta de estimular a criação musical e disseminar o conhecimento de consagrados artistas entre jovens profissionais e estudantes de música, essa iniciativa oferece aos alunos a oportunidade única de vivenciar diferentes aspectos da atividade musical, técnicas de estudo e processos de criação, história da música, além da singular troca de experiência entre mestres e alunos. Completa esta ação o MIMO para Iniciantes, voltado para as crianças Ensino Fundamental de cada uma das cidades sede, fomentando assim a curiosidade infantil sobre a música do mundo. Desde 2005, a etapa educativa do MIMO já beneficiou mais de 15 mil participantes.

Festival de Cinema teve recorde de inscrições 
Outro destaque é o Festival MIMO de Cinema, que este ano teve o número recorde 157 de filmes inscritos, com 21 selecionados para a Mostra Panorama Brasil que apresentará títulos como Damas do Samba, com direção de Susanna Lira, e Cauby – Começaria Tudo Outra Vez, dirigido por Nelson Hoineff. O Festival MIMO de Cinema também possui a Mostra Um Outro Olhar, que vai exibir filmes que foram grande sucesso de público e crítica, como Dominguinhos e A Música Segundo Tom Jobim.

As atrações do MIMO Tiradentes 2014 incluem ainda:
- Art Metal Quinteto - com um repertório original, baseado na pesquisa sobre a produção para metais no Brasil, sempre com a preocupação de observar a qualidade e os detalhes históricos, o Art Metal Quinteto é reconhecido por seu virtuosismo e dedicação ao repertório nacional. Em quase 20 anos de existência, é tido como o mais expressivo grupo do gênero na América do Sul. 
- Trio Puelli - dedicado ao repertório contemporâneo de música clássica, o virtuose trio se detém sobre o melhor do repertório dos séculos XX e XXI para esta formação, em especial de compositores brasileiros e das Américas. Formado pela violinista Ana de Oliveira, a violoncelista Adriana Holtz e a pianista Karin Fernandes, é um dos mais ativos grupos de câmara do País, tendo iniciado suas atividades em 2009 e realizado apresentações nas principais salas do Brasil.
- Duo Milewski - Há dez anos participando do MIMO, em sua Etapa Educativa e em concertos com repertório que vai da música barroca até o chorinho, passando pelo jazz e pela música polonesa, o duo surgiu nos anos 1960. Desde então, o duo se apresenta por todos os continentes. Mestre em Artes pela Academia de Música de Varsóvia, agraciado com a medalha Henryk  Wieniawski e por John Rockefeller com o título de “Embaixador Mundial de Música”,  é pioneiro dos “Concertos didáticos” no Brasil e responsável pela gravação das obras para violino de Flausino Vale, o “Paganini brasileiro”, dos quais registrou “21 prelúdios característicos e concertantes para violino solo”.
- Elisa Freixo (participação especial de Luciana Câmara) - Organista e cravista, tem importante carreira musical. Elisa Freixo se dedica a fazer reviver o patrimônio histórico constituído pelos diversos órgãos e fortepianos (antecessor do atual piano, no qual Haydn e Mozart escreveram peças) catalogados no Brasil. Orientou o processo de restauro do órgão da Matriz de Tiradentes, concluído em 2009, onde desenvolve ativa agenda de concertos.

Sobre o MIMO
Consagrado por receber os maiores músicos do mundo, em apresentações históricas, o MIMO chega à 11ª edição como o maior festival gratuito de música instrumental do Brasil. Realizado em cidades que preservam bens e valores culturais do país, oferecerá concertos gratuitos em Ouro Preto (29 a 31/08), Olinda (4 a 7/9), Paraty (10 a 12/10) e Tiradentes (17 a 19/10).
Em 2014, a programação se estendeu para o Rio de Janeiro e São Paulo, promovendo a expansão de seu conceito e de suas ações. As atividades acontecem em espaços do patrimônio histórico como igrejas, teatros, museus e praças. O MIMO nasceu em 2004 em Olinda, em Pernambuco. A cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais, passou a integrar o festival em 2012 e conquistou lugar cativo na programação. O mesmo aconteceu em Paraty, no Rio de Janeiro, que passou a fazer parte do circuito em 2013. A cidade de Tiradentes (MG) receberá o evento pela primeira vez este ano.
O MIMO é hoje uma referência para o cenário cultural internacional. O que garante este passaporte é o sucesso das edições anteriores, que levaram ao público apresentações de artistas como Buena Vista Social Club, Gonzalo Rubalcaba, Ibrahim Maalouf, Nelson Freire, Toninho Horta, Chucho Valdés, Richard Bona, Maria João Pires, Didier Lockwood e Richard Galliano.

MIMO em números (de 2004 a 2013)
630 mil espectadores
120 filmes exibidos gratuitamente
240 concertos com entrada franca
500 horas de música
2.700 músicos participantes
16.500 mil alunos beneficiados na Etapa Educativa

Serviço
MIMO Ouro Preto: 29 a 31 de agosto
MIMO Olinda: 04 a 07 de setembro
MIMO Paraty: 10 a 12 de outubro
MIMO Tiradentes: 17 a 19 de outubro
Outras informaçõeswww.mimo.art.br


PROGRAMAÇÃO COMPLETA
PARATY E TIRADENTES


CONCERTOS

TIRADENTES

17/10 – Sexta-feira
17h – Matriz de Santo Antônio – Elisa Freixo part. Esp. Luciana Câmara (Brasil)
20h – Matriz de Santo Antônio - Hans-Joachin Roedelius e Christopher Chaplin                       (Alemanha/ Suiça)

18/10 – Sábado
11h – Matriz de Santo Antônio - Duo Milewski (Brasil)
17h – Igreja do Rosário – Art Metal Quinteto (Brasil)
19h – Palco – Vencedor do Prêmio MIMO Instrumental
21h – Palco – Donato Elétrio com João Donato & membros do Bixiga 70 (Brasil)

19/10 – Domingo
17h – Matriz de Santo Antônio – Trio Puelli (Brasil)
19h – Igreja do Rosário - Chico Lobo, Paulo Sergio Santos e Marcio Malard (Brasil)


FESTIVAL MIMO DE CINEMA

MOSTRA PANORAMA BRASIL

Seleção de filmes inéditos em circuito comercial, escolhidos por uma comissão de especialistas em cinema, através de inscrições pelo Portal MIMO.

LONGAS-METRAGENS

TRIUNFO
DIRETOR: Caue Angeli e Hernani Ramos

Documentário |84 min | 2014| São Paulo/SP |Livre

Cinebiografia do pai do hip hop brasileiro, Nelson Triunfo, que completa 60 anos de uma vida dedicada à arte. Nascido no sertão pernambucano, o dançarino, compositor e ativista radicado em São Paulo é um dos precursores da black music no Brasil. Ao bater de frente com a ditadura militar para fincar as raízes da cultura de rua, entre as décadas de 1970 e 1980, tornou-se referência de toda uma geração. O filme traz depoimentos de nomes consagrados do hip hopnacional.

  • Filme vencedor do Festival In-Edit 2014: Melhor Documentário Musical pelo Júri Oficial

19/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves |19h


DEMOCRACIA EM PRETO E BRANCO
DIRETOR: Pedro Asbeg

Documentário: 90 min | 2014| Rio de Janeiro/RJ | 10 anos

Estávamos em 1982. A ditadura militar completava 18 anos de opressão e censura, a MPB sobrevivia de metáforas e o Corinthians, dos jogadores Sócrates e Casagrande, era dominado pelo mesmo presidente. Foi neste contexto de política, futebol e rock que foram vividos alguns dos importantes momentos de nosso País. O filme, narrado por Rita Lee, fala  desse período de sonhos, conquistas, utopias e desilusões.

  • Prêmio no Festival É Tudo Verdade 2014 – Menção Honrosa do Júri Oficial
  • Melhor Documentário do Cinefoot 2014

18/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

CAUBY- COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ
DIRETOR: Nelson Hoineff

Documentário | 90min|2013| Rio de Janeiro/RJ |12 anos

O filme aborda os constantes recomeços de Cauby Peixoto, que, em 60 anos de carreira, oscilou entre períodos de intenso sucesso e reclusão absoluta. Sua história é contada através de depoimentos de artistas como Marília Pera, Ney Matogrosso, Agnaldo Rayol, Ângela Maria, Caetano Veloso, Maria Bethânia e Agnaldo Timóteo. Familiares, jornalistas, fãs e figuras excêntricas que o idolatram por todo o Brasil completam o painel de depoimentos.

17/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

A FARRA DO CIRCO
DIRETOR: Roberto Berliner e Pedro Bronz

Documentário |94 min | 2014 |Rio de Janeiro/RJ |12 anos

Um filme sobre a geração que formou o Circo Voador, a “usina de sonhos”. Do calçadão do Arpoador, em 1982, até a viagem para a Copa do México, em 1986, passando por uma noite inesquecível na Lapa, o filme mostra a geração que revolucionou a cena cultural brasileira.

  • Prêmio Especial do Júri do Festival Internacional do Rio de Janeiro 2013

19/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 17h30


APRENDER A LER PRA ENSINAR MEUS CAMARADAS
DIRETOR: João Guerra

Documentário: 84min | 2013| Salvador/BA | Livre
O filme acompanha a jornada de dois músicos angolanos que viajam até a Bahia, em busca de vestígios da ancestralidade perdida. No Brasil, participam de um grande show, encontram outros músicos e investigam elementos de sua própria identidade, deparando-se com interessantes descobertas. O documentário aborda traços de uma herança africana fora da África, reencontrada através da música.
17/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 17h30

GERAÇÃO BARÉ-COLA - USUÁRIOS DE ROCK
DIRETOR: Patrick Grosner

Documentário: 73min | 2014| Brasília/DF |14 anos

Documentário sobre o rock brasiliense, a partir da década de 1990, pós-Geração Coca-Cola. Com material inédito de arquivo, democlipes, entrevistas e animações, o filme traz, de forma divertida, momentos especiais vividos pelos músicos e suas bandas na época. Entre elas, Raimundos, Little Quail, DFC, Os Cabelo Duro, Filhos de Menguele, Os Cachorros das Cachorras, Os Alices, Pravda e Oz.

18/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 17h30

CURTAS-METRAGENS

SINFONIA
DIRETOR: Simon Pedro Brethé

Animação: 7min | 2012| Belo Horizonte/MG| Livre

Uma fantástica orquestra de notas musicais executa a música “Bolero”, de Maurice Ravel. Situações inusitadas vão acontecendo à medida que a música avança.

18/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h


PATATIVA – XIRI MEU “EU NÃO DOU”
DIRETOR: Tairo Lisboa

Documentário: 15min|2014|São Luís/MA| Livre

O documentário sobre a cantora e compositora Patativa surgiu como oportunidade de retratar uma figura importante do samba e da cultura popular maranhense. Dona de canções irreverentes e escrachadas, carrega a tradição do “samba madre divino”, sendo “Xiri meu” uma das mais conhecidas. Presença cativa nas rodas de samba e outras manifestações da cultura popular em São Luís, Patativa tornou-se um ícone, madrinha de diversos grupos e artista homenageada por blocos e escolas de samba.

18/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

PSIU!
DIRETOR: Antônio Carrilho
Codireção: Juliana Lima

Documentário: 22min|2014|Recife/ PE| Livre

Cinebiografia do compositor Zé Dantas. Autor de letras como Sabiá, O Xote das Meninas, Riacho do Navio, Vozes da Seca entre outras. Zé Dantas, junto com seu amigo e parceiro Luiz Gonzaga deu vida e emoção a dezenas de canções que marcaram a história da música brasileira.

19/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

O HOMEM QUE PINTAVA MÚSICAS
DIRETOR: Jackson Abacatu

Animação: 15min|2013| Belo Horizonte, MG| Livre

Qual será o som de uma mancha vermelha? E do amarelo, com um pouquinho de cinza? Existe uma trilha sonora das montanhas ou a música do mar?

19/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

OLEGUNS OLÔ FÊ
DIRETOR: Fernando Mamari e Tarsilla Alves

Ficção: 7min|2014|Rio de Janeiro/RJ| Livre

Ele desperta no porto da cidade do Rio de Janeiro. Por meio de olhares, percebe que não está só nesse caminhar. Seu corpo segue o ritmo dos tambores, que o guiará até seu destino. Ali, descobre finalmente que sua liberdade está além-mar.

17/10 Tiradentes | Centro Cultural Yves Alves | 17h30


O CANTO DA LONA
DIRETOR: Thiago B . Mendonça

Documentário: 25min|2013|São Paulo/SP| Livre

A trajetória de cinco antigos artistas do circo paulista é retraçada no momento em que se reúnem para uma pequena apresentação circense. “Então, nós chamamos o circo de o nosso mundinho. Pra fora da cerca, é o mundo que é o mundo. Pra dentro da cerca, é o nosso mundo."

17/10 Tiradentes | SESI Tiradentes Centro Cultural Yves Alves | 19h

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------


MOSTRA OUTRO OLHAR – LONGAS-METRAGENS

Filmes especialmente convidados pela direção do Festival MIMO que já fizeram a sua estreia nos cinemas, com grande sucesso de público e de crítica.


DOMINGUINHOS
DIRETOR: Joaquim Castro, Eduardo Nazarian e Mariana Aydar

Documentário: |2014 |São Paulo/SP | Livre

Um retrato do sanfoneiro, cantor e compositor Dominguinhos (1941 - 2013), discípulo de Luiz Gonzaga e autor de sucessos como "Eu só quero um xodó", "Gostoso demais", "De volta pro aconchego" e "Lamento sertanejo". Sua obra é revivida em imagens de arquivo, derramando uma história que se multiplica em sons, versos e beleza.

17/10 Tiradentes | Matriz de Santo Antonio | 18h30

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

34ª SEMANA NACIONAL DO CAVALO CAMPOLINA



A Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Campolina - Campolina Marchador define os últimos detalhes da programação da 34ª Semana Nacional do Cavalo Campolina, que ocorre de 8 a 19 de outubro, no Parque Bolivar de Andrade (Parque da Gameleira), em Belo Horizonte, Minas Gerais. Entretanto, a premiação já foi acertada e deve superar os números do ano passado, quando 750 animais participaram do julgamento e cerca de 10 mil pessoas transitaram pelo parque. Dez carros e sete motos, num total de R$ 300 mil, serão distribuídos em prêmios.
Se os criadores elegeram a edição do ano passado como a melhor dos últimos tempos, a deste ano vai surpreender ainda mais. Três leilões imperdíveis colocarão à venda cavalos de elite e também prontos para a monta. Nos finais de tarde, minieventos animarão os visitantes, além da tradicional “Choppada Campolina”, sucesso de público. Para as crianças, brinquedos e atividades recreativas no “Espaço Kids”. Já as mulheres têm encontro marcado no tradicional “Almoço das Criadoras”.
Na pista de julgamento, o esquema será o mesmo no ano passado. Dez jurados se dividem em dois grupos, um para avaliar andamento e outro, morfologia. Maiores e menores pontuações serão desconsideradas, evitando subjetividades, muitas vezes comuns neste segmento. A novidade vem com a decisão da Campolina Marchador em adotar o antidoping em suas exposições nacionais. Criou-se um regulamento com base nas recomendações da Federação Equestre Internacional (FEI), que compreende uma listagem das substâncias capazes de mascarar a performance dos cavalos. Haverá prova funcional e estão confirmadas as tradicionais provas do Coronel, Amazonas e Mirim.
A programação terá ainda uma prova de marcha especial, apenas com mulas Pêca (híbridas do Jumento Pêga em matrizes Campolina), que são lindas e boas de marcha. Essa iniciativa amadurece a parceria firmada com a Associação Brasileira dos Criadores de Jumento Pêga (ABCJPêga), para o registro desses muares.
Negócios
Apenas três leilões ocorrerão neste ano. O primeiro será o Leilão do Haras Chaparral, em 16 de outubro, às 20 horas. No dia seguinte, às 14 horas, será a vez do Leilão do Haras Chiribiribinha. Por fim, o Leilão Raça Campolina Sun Shine, agendado para o dia 18 de outubro, às 14 horas.
Campolina, o cavalo completo
Criadores em todo o Brasil trabalham juntos para moldar na raça um produto diferenciado, pensando em mercados cada vez mais exigentes com relação à beleza e a comodidade dos animais. O marco deste reposicionamento de mercado foi a Nacional do ano passado, com a implantação de projetos, alguns pioneiros. A preocupação com a funcionalidade é recorrente dentro da associação, tanto é que foi decisiva na adoção do 50/50 em suas exposições, que começa a valer depois do evento.

Mais informações sobre o evento Campolina Marchador pelo telefone (31)33372-7478, e- mail: campolina@campolina.org.br, ou no site www.campolina.org.br

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Outubro Rosa com eventos em Barbacena


Uma campanha dirigida à sociedade e principalmente às mulheres sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, o “Outubro Rosa” é realizado por várias entidades no mês de outubro. Em apoio ao evento, a Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria de Saúde Pública (Sesap) e da Secretaria do Sistema de Integração Governamental para Promoção Humana (Siga) promoverá, no dia 30 de setembro, às 9h, saindo da Praça do Rosário, uma caminhada para dar início às comemorações.
A expectativa dos organizadores é contar com a presença de vários setores de nossa sociedade, fazendo assim com o que o evento seja sucesso. O pedido é que as pessoas participem usando ou levando algo na cor rosa (uma camisa, um balão, um laço rosa, etc).
O “Outubro Rosa” começou em 1990, na primeira “Corrida pela Cura”, realizada em Nova York, e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Atualmente, o movimento é realizado em vários lugares.

Fonte: Prefeitura de Barbacena